quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Hoje




deixei lágrimas caírem quase que sem perceber. Parece-me que certas fotos possuem o poder de deixar meu coração em retalhos. E aquelas palavras tornaram minha vida uma luta entre a lógica e a sensibilidade. Nada disso me deixa continuar, por mais que tudo indique que seja o certo. Pergunto-me se tudo ficará bem, ou se meu destino seria um cretino. Quero viver sem passar noites em claro por uma coisa que, hoje, talvez só exista dentro de mim. Viver assim é um tormento, uma tortura, um pesadelo.

Nenhum comentário: