sábado, 4 de fevereiro de 2012

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

You are my sunbeam,


my only sunbeam. Your eyes are like water, and your dried and old tears will pour on your own soul. On your old soul I pour my tears.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

As minhas lágrimas já não saem mais.


É dificil eu chorar ultimamente, e não é por falta de vontade. Elas simplesmente não saem de dentro de mim, assim como o amor.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Encanto,


só encanto; eu juro que tenho medo de sentir mais do que isso. Um encanto devolvido depois daquele tempo perdido, da escuridão. Coisa tão estranha de sentir depois de tanto tempo numa rotina fria. É, eu achei o encanto depois de achar que nunca mais iria me sentir viva.
 Esse tipo de coisa não se escolhe, não se compra, não se espera; e quando se espera não vem. Avistei brilho em águas turvas, avistei o tudo no meio do nada. Talvez eu tenha avistado motivos para haver felicidade... Ou tenha criado um encanto dentro de mim, só meu.